Encontre uma Saída

Encontre uma Saída

Navegando na internet, me deparei com a belíssima campanha de conscientização da Ordem dos Psicólogos de Portugal sobre o trabalho do Psicólogo.

Achei fantástica a forma como eles abordaram as diferentes formas de atuação que um profissional da área pode ter:

Um Psicólogo pode ajudar nas mais diferentes situações e problemas:

  • Quando temos de lidar com experiências de vida ou sentimentos difíceis, como o término de uma relação, a perda de alguém que amávamos ou sentimentos de medo, tristeza ou culpa;
  • Quando temos experiências ou situações dolorosas no nosso passado que interferem com a nossa vida e nos impedem de atingir os nossos objetivos;
  • Quando temos uma doença física que está a interferir com a nossa vida e a nossa saúde;
  • Ou quando nos sentimos sobrecarregados com o nosso trabalho, a educação dos nossos filhos ou o cuidar de um familiar doente ou idoso.

Não é necessário ter um “problema” para procurar a ajuda de um Psicólogo. Um Psicólogo pode ajudar quando queremos construir uma boa auto-estima, alterar traços e características psicológicas em nós próprios ou simplesmente conhecermo-nos melhor. Ou quando temos um sentimento geral de que algo não está bem e queremos descobrir e criar significado para as nossas vidas

É claro que um Psicólogo também pode ajudar a resolver perturbações da saúde mental, como a depressão, a ansiedade, as fobias, a perturbação de pânico, as perturbações alimentares, os problemas relacionados com o stresse, os problemas nas relações com os outros, as adições ou as perturbações mentais graves.

A ação dos Psicólogos inclui ainda:

  • A prevenção (do bullying na escola ou do stresse no local de trabalho, por exemplo);
  • A promoção de uma saúde positiva e do bem-estar mental;
  • A orientação vocacional e assegurar que os alunos são ensinados de modo eficaz;
  • Aumentar a nossa satisfação e produtividade no trabalho, assim como melhorar o funcionamento das organizações;
  • Ajudar as pessoas a prepararem-se para uma cirurgia ou a adaptarem-se a um problema médico ou a lidar com as exigências emocionais e sociais de um determinado tratamento;
  • Ajudar atletas, artistas ou executivos a melhorar o seu desempenho e a diminuir a ansiedade;
  • Colaborar com os tribunais em diferentes procedimentos legais, por exemplo prestar consultadoria em casos de assédio sexual, divórcio ou custódia parental.

Um Psicólogo pode ajudar qualquer pessoa – um executivo de uma grande empresa, um estudante ou um desempregado; crianças, adolescentes, adultos ou idosos; pessoas saudáveis ou que sofram de uma doença incapacitante ou até terminal; homens e mulheres de qualquer raça ou religião. Todos nós, por diferentes motivos e em diferentes momentos da nossa vida podemos beneficiar da ajuda de um Psicólogo.

De um Psicólogo podemos esperar que nos respeite e nos proporcione um ambiente seguro, de confiança e privacidade para explorarmos os nossos problemas e sentimentos. Um Psicólogo desenvolve connosco um esforço colaborativo, para nos ajudar a pensar de forma mais clara e flexível e resolver as nossas dificuldades.

Fonte: Encontre uma Saída

Acho que um post como esse nos leva mais uma vez a pesaidansar sobre como tantas vezes o
trabalho do Psicólogo é visto de uma forma equivocada e como muitos deixam de ter uma vida mais saudável em tantos sentidos, simplesmente por achar que cuidar da mente e dos sentimentos seja uma coisa tão mais estranha que cuidar de qualquer outra parte do corpo.

E você? Já fez ou faz terapia? O que está esperando?

Com carinho

Júlia

By | 2017-09-20T14:21:28+00:00 janeiro 14th, 2016|Comportamento, Resiliência|0 Comments

About the Author:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: