A sujeira debaixo do tapete

A sujeira debaixo do tapete

Estava aqui pensando a respeito de tantas e tantas vezes em  que ouvi pessoas falarem a respeito de situações em que precisaram “engolir os famosos sapos”.

Muitas vezes passamos por situações em que ficamos tristes, estressados, bravos… enfim, com uma porção de sentimentos negativos e que muitas vezes não podemos, ou não conseguimos falar sobre eles… Nos sentimos injustiçados e é muito comum ouvir o famoso “deixa pra lá”.

sujeiraA respeito disso já pensei em algumas analogias e uma delas é a respeito da sujeira de baixo do tapete: A sujeira está lá, no meio da sala e você simplesmente coloca ela debaixo do tapete. Na primeira vez nem vai ser possível notar alguma coisa diferente no tapete, na segunda e na terceira talvez também não dê… Mas vai ter algum momento em que um montinho vai começar aparecer alí e de pouco em pouco vai ser impossível não notar que tem alguma coisa errada com aquele tapete.

Será que quando falamos dos nossos sentimentos, não podemos chegar a mesma conclusão? Será que depois de algum tempo de sentimentos reprimidos e de sapos engolidos, não vai ser impossível não notar que tem alguma coisa nos incomodando?

Em alguma hora essas tensões acumuladas vão aparecer, seja através de uma explosão de raiva, nervoso ou choro ou até mesmo através de dores, doenças ou infecções. Nosso corpo precisa se ver livre dessa energia de alguma forma.

Muitas vezes as pessoas comentam sobre fazer exercícios, práticas meditativas ou até mesmo sair para espairecer para se ver livre desses sentimentos. Eu sinceramente acredito que sejam válidas, mas também acredito que a PALAVRA CURA, e quando falamos a respeito dos sentimentos, podemos reelaborar, repensar e nos reposicionarmos diante das situações que ocorreram e assim de fato conseguiremos seguir em frente sem nenhuma sujeirinha acumulada debaixo dos nossos tapetes.

Cuide de você, tenha um tempo para falar sobre a sua vida, sobre as suas questões e com certeza você verá a diferença em sua vida!

Com carinho

Júlia Lainetti

By |2017-09-20T14:20:38+00:00janeiro 25th, 2016|Comportamento|0 Comments

About the Author:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: