Mas afinal de contas o que faz o Psicólogo? (Psicologia X Coaching)

Mas afinal de contas o que faz o Psicólogo? (Psicologia X Coaching)

Uma coisa que me motiva a escrever sobre Psicologia é sobre o que um psicólogo pode fazer pelas pessoas e pela sociedade. Não foi uma, nem duas ou três vezes que alguém já me perguntou: Mas afinal de contas o que faz o Psicólogo?

Ao mesmo tempo que eu sempre do risada quando eu ouço esse tipo de pergunta, eu fico pensando como é triste o fato das pessoas não serem familiarizadas com um trabalho que pode realmente fazer a diferença na vida delas e consequentemente ter um impacto em suas relações familiares, de amizades e profissionais.

Quando perguntamos para qualquer um o que um dermatologista faz ou otorrinolaringologista (mesmo com esse nome tão estranho!) todo mundo sabe dizer pelo menos alguma coisa. Porém, quando falamos sobre Psicologia, por muito tempo a resposta padrão foi “aquele que cuida de gente louca”.

Não sei nem explicar exatamente como me sinto quando ouço uma coisa dessas… fico muito triste pelo tom pejorativo que existe nesse tipo de resposta. Primeiro por que existem pessoas que tem distúrbios mentais graves e precisam de ajuda especializada – que entre os profissionais está sim o psicólogo e segundo por que isso limita o trabalho do psicólogo somente a esse público sendo que na realidade o nosso trabalho pode (e deve!) atuar no sentindo de:

  • PREVENIR

Nosso trabalho pode envolver a prevenção de doenças psiquiátricas/psicológicas como quadros de depressão, ansiedade, angústia e tantos outras coisas, que apesar de não serem tão visíveis como uma perna quebrada no sentido de limitação, são tão limitadoras OU MAIS do que problemas físicos.

Ou seja, se você ou alguém que você conhece está passando por um momento difícil e vê que as coisas estão indo para um caminho não muito bom e existem sinais como nervosismo, angústia, perda de apetite ou apetite exagerado, dificuldade de se relacionar ou qualquer outro sintoma que dá um alerta que as coisas não estão caminhando bem, talvez essa seja hora de busca ajuda. Muitas vezes as pessoas acham que podem vencer tudo sozinhas e assim mostraram que são fortes, mas assim como alguém não é mais forte quando tenta cuidar de uma doença fisiológica sozinha, buscar ajuda para lidar com problemas emocionais também não precisa ser visto como um problema.

  •  PROMOÇÃODE UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL

Através do auto conhecimento, do trabalho com relação a traumas e medos, da desconstrução de ideias negativas com relação a si mesmo e da possibilidade de se colocar diante da vida e dos problemas de uma forma diferente e ou mais positiva.

Além do trabalho de promoção de uma vida mais saudável no sentido de coletividade, quando falamos do trabalho do psicólogo em escolas ou empresas, proporcionando e possibilitando novas formas das pessoas lidarem consigo mesmo e com seus pares. Diminuindo casos de bullying, assédios morais e baixo desempenho.

Ou seja, não é preciso estar necessariamente passando por problemas muito graves para se buscar ajuda. Ou em outras palavras, nós podemos voltar pra casa ou para um lugar seguro antes de uma tempestade ou ficarmos em baixo de uma marquise no meio de uma chuva forte. Qual você prefere?

Uma coisa que me chama a atenção hoje em dia, é que nessa área de trabalho de promoção de bem estar, muitas vezes o trabalho do Coaching acaba se destacando, pois existe quase que uma promessa do alcance da felicidade.

psicologia e coachingAo meu ver o Coaching quando bem usado pode ser de extrema valia para algumas situações. Quando estava na minha primeira faculdade há alguns anos atrás, um professor de Administração me apresentou este trabalho, que do inglês significa treinador, que até então era focado ao mundo empresarial e a direção de carreiras principalmente de executivos, ou daqueles que desejavam se tornar um, onde quem deveria ocupar essa função era alguém que conseguiu alcançar um posto de destaque no mundo corporativo e após uma série de cursos específicos podia então ajudar aqueles que desejavam direcionar melhor a sua carreira focado no mundo empresarial para alcançar certos objetivos. Um trabalho que eu particularmente acho fantástico! E que com certeza quando bem feito pode ser muito produtivo, pois o Coaching em questão tem a experiência da área que está atuando e limita-se a trabalhar somente sobre ela, tendo como compromisso em encaminhar o paciente para um Psicólogo quando os assuntos se tornam mais delicados.

Porém hoje em dia, o Coaching acabou indo para um outro rumo, onde existem sub tipos como: Coaching da Felicidade, do Bem estar, de Alimentação e Vida Saudável, de Pais e Filhos, de Mudança de País e tantas outras coisas, onde por vezes já vi promessas em que com certeza a pessoa irá alcançar todos os objetivos que ela tem em mente para cada área. Em que são passadas técnicas e tarefas para que a pessoa possa cumprir para então ser bem sucedida.

E sobre isso, eu tenho as minhas ressalvas, primeiro que como eu já disse em outros posts: na vida, apesar de podermos muitas coisas, nós não podemos tudo, somos seres limitados e um dos grandes desafios é aprender a lidar com isso. 

E um outro ponto é que todos esses tipos de Coaching acabam entrando muito a fundo nas questões emocionais do indivíduo, e nós psicólogos estudamos 5 anos (pelo menos! No meu caso esse número já passou faz tempo) para que nós possamos realmente ajudar as pessoas a entrarem em contato com seus sentimentos, entenderem melhor sobre eles e poderem dar um novo significado a eles diante de suas vidas. A sua maneira, sem tarefas ou lições! Pois além de sermos indivíduos únicos em que uma fórmula não funciona necessariamente para todos, uma pessoa quando está em paz consigo mesma NÃO PRECISA de uma lista de coisas que deve fazer, o seu desejo simplesmente flui e ela consegue lidar com a vida de forma leve!

Espero que tenham gostado! Nos vemos no próximo post!

 

By | 2017-09-20T14:05:16+00:00 julho 10th, 2017|Comportamento|1 Comment

About the Author:

One Comment

  1. GATA SULEIMAN 11/07/2017 at 7:45 pm - Reply

    Eu entendi vem o que v falou, não existe milagre de coaching, temos que nos trabalhar e se preciso vir, com uma psicóloga. Adorei, vc está sempre me surpreedendo para o lado bom, ótimo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: