Winter Blues

Winter Blues

Tem algo que eu tenho ouvido bastante nos últimos dias. Mas, mais que ouvindo, aprendendo também a me adaptar. Com o outono e daqui a pouco com o inverno do hemisfério norte, de repente os dias de sol vão diminuindo e o vento, o frio, a chuva (e em alguns lugares a neve) vão chegando por aqui.

Para muitos pode não ser uma grande coisa, mas para muitos outros começa uma fase difícil que tem até nome “Winter Blues” – a depressão do inverno.

Nesse post quero dividir com vocês algumas dicas e pensamentos de como fazer com que esse período do ano possa ser tão interessante quanto a primavera ou verão, não por que os dias estarão ensolarados, mas por que você poderá pensar em maneiras de se iluminar, para poder encarar esse período do ano não como algo difícil e triste, mas como uma fase que como todas as outras tem o seu lado bom e o lado nem tão bom, mas que nem por isso quer dizer que não é possível ser feliz!

  • Aprenda a se vestir!
    Há alguns anos eu me mudei de São Paulo para Curitiba e logo no meu primeiro inverno, Curitiba teve o inverno mais rigoroso de “sei lá quantos anos”! Me lembro de levantar de manhã e o termômetro estar marcando -2 e após esse choque climático tive a oportunidade de passar um tempo na Suécia, onde cheguei no final do inverno! Com essas duas experiências aprendemos uma lição valiosa daqueles que não sofriam tanto com o frio: “Não existe tempo ruim, existe roupa inadequada”!
    Por isso, vou te passar a dica que um sueco ensinou para o meu marido e vamos levar para a vida toda:
    Invista na roupa certa, e não em muitas roupas! Pois não adianta você colocar milhares de camadas de roupas que não vão formar uma proteção térmica, sabia?

    1.
    Coloque uma segunda pele, tanto na parte de cima, como na parte de baixo, e segunda pele não é só uma legging ou uma camiseta de manga comprida! A segunda pele que funciona, você pode encontrar com um preço legal em lojas de esportes na sessão de Ski! Elas vão ter o material específico para segurar o calor do seu corpo e não deixar que você sofra com a perda de calor.
    2. Coloque uma malha de tecido tipo lã ou moletom para que eles criem uma estufa em cima da sua segunda pele e façam com que você fique ainda mais quente.
    3. Pra finalizar invista em um casaco bom que além se de quente ainda seja de material impermeável, para que além dele te esquentar, ele também não permita que você sinta o vento e o molhado da chuva e da neve!
    4. Gorros, luvas, cachecóis, protetores de orelha e meias de tecido térmicos – perdemos muito frio pelas extremidades, portanto foque para que elas fiquem quentes para que seu sangue não fique gelado (algum médico vai me matar, mas já li algo nesse sentido) e você não perca todo o calor que você está tentando manter com as roupas adequadas que você está usando 😉
    5. Use sapatos adequados, pois tênis e sapatilhas não vão favorecer para que seus pés fiquem quentes, e isso vai fazer com que você fique com muito, mas muito frio! O ideal são botas com sola de borracha, pois elas isolam o contato com o chão! Eu particularmente adoro aquelas que ainda são bem peludas (sintéticos), muitos podem achar brega, mas sinceramente? O que importa é o conforto! rs
  • Não menospreze a importância da Vitamina D
    Enquanto aqui na Europa já ouvi muitas pessoas comentando sobre como o sol é importante e sentem falta dele durante o inverno, morando no Brasil já ouvi diversas pessoas falando terem deficiência de vitamina D.
    Ou seja, morar em um país que tem o sol mais presente, necessariamente não quer dizer que teremos a vitamina em boas doses. Porém, pelo fato do sol não dar as caras por longos períodos em algumas partes do mundo, se torna ainda mais importante prezar para se ter uma alimentação saudável, ter um mínimo de exposição solar e quando necessário tomar suplementos de vitamina. (Para isso é importante procurar um médico, evite a auto medicação!)
  • Cuide da sua alimentação
    Nosso corpo precisa de vitaminas e nutrientes para realizar uma série de funções e é importante mantermos bem nutrido para que ele possa trabalhar bem! Por mais que o tempo peça muitas guloseimas, tente prezar por alimentos que sejam nutritivos, pois isso vai pesar bastante na sua disposição! Açúcar, cafeína, álcool e gordura em excesso podem ser uma combinação terrível e ao invés de darem aquela animada, podem acabar te deixando ainda mais desanimado! Estou dizendo que não podemos comer umas guloseimas? Longe de mim! Mas como tudo na vida, o equilíbrio cai bem!
    Quem sabe adquirir o hábito de cozinhar pratos gostosos e mais nutritivos com uma música gostosa ou com a companhia de alguém especial não possa ser uma boa pedida para esse inverno?
  • Mexa-se
    Você já deve estar pensando: lá vem mais uma me mandando fazer exercício… Bom, se você gosta e acha que vai te fazer bem, eu vou ser a primeira a dizer que com certeza você deve fazer! Mas, como eu sempre digo nos posts e para os meus pacientes: eu não acredito que exista uma fórmula mágica que todo mundo se encaixe, então, quando eu digo mexa-se, quero dizer encontre coisas que você tenha motivação para sair de casa apesar do frio! Seja caminhada, cursos, esportes, danças, não sei o que se encaixa com você, mas encontre aquilo que te dê vontade de dar uma volta e… saia!
  • Cuide de você
    Ainda fazendo coro com o tópico acima, te convido a pensar nas coisas que te fazem bem: pode ser um livro, uma série, um skype ou telefonema com quem você ama, vídeos no youtube ou uma série no netflix, sozinho ou em boa companhia, encontre tempo para cuidar do seu bem mais precioso: você! Para dar um tempo na correria ou para ter uma boa conversa, encontre um momento para dar um tempo nas responsabilidades e ver que a vida pode ser bem interessante apesar da temperatura externa!
    Mas… se a coisa estiver pesada e difícil, ou simplesmente você estiver começando a se sentir sobrecarregado, procure ajuda! Seja aqui pelo Psicologia Descomplicada através da Orientação Psicológica Online ou com um psicólogo próximo a você, não exite em falar daquilo que te angustia, a vida pode ser mais leve dependendo da forma como você lida com as situações do dia a dia!

Enfim, não fique dentro de casa o inverno todo, não se lastime pelas coisas que ele teve impede de fazer ou viver, mas… encontre o lado bom do inverno, para que as flores da primavera possam estar presentes o ano todo aonde mais importa: em você!

 

By | 2017-11-13T19:42:01+00:00 novembro 13th, 2017|Vida no exterior|0 Comments

About the Author:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: