Nadando contra a maré!

Nadando contra a maré!

Infelizmente na sociedade em que vivemos muitas ideias que são ditas como comuns e normais acabam não tendo nada de saudáveis e por vezes acabam tendo um papel que padroniza, que aprisiona e que impede que as pessoas possam ouvir o próprio coração, o próprio desejo e identificar as coisas que lhe fazem bem.
 
Como sempre digo aos meus pacientes: detesto a ideia de normal! Simplesmente não existe normalidade!
 
O que faz sentido pra um, pode não fazer o menor sentido pra outro, o que alguém acha bonito, pode ser detestável para outro… E se pararmos pra pensar em alguém que se obriga a fazer o visto como normal para se encaixar no padrão uma coisa é certa: a tristeza, a angústia, a impressão de não se identificar com a vida que está levando.
 
Então, procure sempre refletir sobre as decisões que você toma e as coisas que você faz, pense se de fato elas te fazem bem, ou se você está fazendo por que algo ou alguém te disse que você tem que fazer.
 
Não estou dizendo que temos que ser rebeldes e revoltados o tempo todo, mas que precisamos seguir nosso próprio coração e não nos deixamos levar por ideias prontas!
 
Por que se somos pessoas únicas, por que temos que seguir todos o mesmo caminho?
 
A maré leva todos para o mesmo lugar… é esse lugar que você quer ir?
By |2018-07-22T11:14:35+00:00agosto 9th, 2018|Comportamento|0 Comments

About the Author:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: