Os dias por aqui andam corridos e a página anda meio paradinha, mas hoje vi algumas pessoas postando que 10 de setembro é tido como o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio e por conta disso vim aqui escrever um post.

Muitas vezes a vida pode estar tão difícil que para muitos as possibilidades de saída vão se tornando escassas a ponto que a única solução que se apresenta é acabar com a dor, é acabar com a possibilidade de continuar sofrendo, pois é tamanha a desesperança com o que futuro pode trazer.

Não há como se colocar no lugar e não há como comparar com outros problemas, ou falar sobre pensamentos positivos pois dor não tem tamanho, dor não se compara, dor… Dói. E só quem sente é quem sabe.

Então o que fazer? Como o psicanalista Jorge Sesarino escreveu lindamente no início desse mês Amar é elo, AMARELO.

Que nesse Setembro Amarelo possamos pensar no Amor, no Amor para ajudarmos as pessoas que sofrem a construírem elos, na construção do Amor de você que sofre sobre a sua vida e sobre o seu entorno.

Amor esse que não tem a ver em concordar com tudo, nem em achar tudo maravilhoso sempre, mas no Amor do acolhimento, no amor do respeito, no amor que fortalece a atravessar os problemas e construir um através, um apesar e então lembrarmos que na primavera a seu tempo todas as flores podem voltar a florir.